A GAZETA DE ALGOL

"O morto do necrotério Guaron ressuscitou! Que medo!"

Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


diversos:reportagens:reportagem_003:reportagem_003_001

Phantasy Star Compendium

Baseado na Tradução de Rebecca Capowski

Autor: Orakio Rob

Parte 1

O Phantasy Star Compendium é uma verdadeira bíblia da série Phantasy Star. Lançado apenas no Japão em 1995, o livro é recheado de arte dos criadores da série, e de detalhes não revelados nos jogos. Infelizmente, o livro não é mais editado, e é bastante difícil encontrá-lo mesmo no Japão. Para quem quiser tentar adquirir essa pérola algoliana, o número de registro ISBN do livro é 4-89052-782-6. Mas não espere pagar menos de cem reais por ele…

Lembre-se ainda que o livro está em japonês. Baseei essa reportagem na tradução não-oficial feita pela maravilhosa Rebecca Capowski, a tradução completa do livro para o inglês pode ser conferida no site de Rebecca .

Antes de começar a ler sobre o Compendium, é bom que você saiba de algumas coisas. Existem diversas diferenças entre as versões japonesas e americanas dos jogos. Os nomes, tanto dos jogos quanto dos personagens, sofreram diversas alterações, que serão destacadas nesta primeira parte da reportagem. Os nomes originais foram extraídos do próprio Compendium.

Títulos dos jogos

Versão OcidentalVersão Oriental
Phantasy Star I Phantasy Star I
Phantasy Star II Phantasy Star II - No fim da restauração*
Phantasy Star III - Gerações da perdição Sucessores do tempo: Phantasy Star III
Phantasy Star IV - O fim do milênio Phantasy Star - No fim do milênio**

* De acordo com um fã japonês de PS, esse título pode ser traduzido mais adequadamente como “Ao fim do tempo ao qual não se poderá jamais retornar.” Provavelmente uma alusão à destruição de Palma, evento que altera para sempre a história de Algol.

** Repare que o jogo não é chamado de Phantasy Star IV. Talvez isso tenha ocorrido devido à baixa aceitação do terceiro jogo da série, a Sega pode ter tido dúvidas em manter PSIII na cronologia oficial. Repare também que o título japonês é “No” fim do milênio.

Planetas

Uma verdadeira confusão. O Sistema Algol é Algol mesmo, como já conhecemos. Na versão americana, virou “Algo.” Os planetas chamam-se Parma, Motabia, Dezolis e Ryucross. Mas o fato é que, mesmo nas versões japonesas, temos “Motabia” e “Motavia” surgindo ao longo da série, assim como “Dezolis” e “Dezoris,” logo, parece que nem os japoneses decidiram ainda :)

Personagens

Uma coisa que intriga muitos fãs de Phantasy Star é o fato de que quase todos os personagens da série tem nomes diferentes na versão japonesa. Por quê isso acontece?

É simples: No Japão existem três alfabetos: O Katakana, o Hiragana e o Kanji. Os dois alfabetos usados para os nomes dos personagens são o Hiragana e o Katakana. Esses alfabetos seguem um princípio diferente do nosso. Eles se baseiam principalmente em fonemas, e não em letras isoladas. Esses fonemas são representados por um único ideograma, ou letra. Por exemplo, existe uma letra que representa o fonema “ka”, outra que representa “tsu”, e assim por diante.

Dessa forma, pode-se escrever um nome como “Tyrone” com apenas quatro letras (ta-i-ro-ne). Tyrone é o nome de Odin na versão japonesa. O problema é que existe um espaço de apenas quatro letras para os nomes dos personagens nos jogos da série. Como escrever Tyrone com quatro letras em nosso alfabeto? A saída foi mudar alguns dos nomes para que coubessem no espaço de quatro letras.

Segue abaixo a lista comparativa de nomes entre as versões americanas e japonesas. Essa lista foi extraída da tradução do Compendium feita por Rebecca Capowski, e a própria autora destaca que a mesma pode não estar 100 por cento correta.

Phantasy Star I

Versão OcidentalVersão Oriental
Alis Landale Alisa Landeel
Myau Myau
Odin Tyrone
Noah Lutz
Lassic Reipard La Shieck
Luveno Luveno
Hapsby Hapsby
Tajima/Tarzimal Tajim

O Governador é chamado de Governador-geral ou vice-rei.

Phantasy Star II

Versão OcidentalVersão Oriental
Rolf Eusis
Nei Nei
Rudolf Steiner Rudger Steiner
Amy Sage Anne Saga
Hugh Thompson Huey Reane
Anna Zirski Amia Amirski
“Josh” Kain Kainz Ji An
Shir Gold Shilka Levinia

Duas curiosidades: Repararam como Anna e Amy praticamente trocaram de nome na tradução? E o Governador-Geral de PSII é chamado de comandante no PSII americano, embora na versão brasileira tenha permanecido como Governador.

Phantasy Star III

Versão OcidentalVersão Oriental
Rhys Kane Sa Riik
Maia Marlena Le Cille
Mieu Mieu
Wren Shirren
Lyle Lyle La Mirah
Lena Lena No Satera
Ayn Ayn Sa Riik
Thea Lann La Mirah
Sari Lynn No Satera
Nial Lane Sa Riik
Alair Luise Kay Eshyr
Laya Laia
Sean Shiin Le Cille
Crys Noin No Satera
Adan Fuin Sa Riik
Aron Ruin Sa Riik
Kara Luna Kay Eshyr*

* A tradutora deduziu o sobrenome

Mais alguns detalhes
  • O sobrenome de Orakio (e supostamente de Rulakir) é Sa Riik.
  • Laia provavelmente tem o sobrenome Le Cille.
  • Alguns sites japoneses chamam Siren de Psi-Wren.

Phantasy Star IV

Versão OcidentalVersão Oriental
Chaz Ashley Rudy Ashleigh
Alys Brangwin Lyla Brangwen
Hahn Mahlay Hahn Mahlay
Rune Walsh Thray Walsh
Gryz Pyke
Rika Fal
Demi Freyna
Wren Forren
Raja Su Raja
Kyra Tierney Shess Tierney
Seth Shiam
Saya Sahya
Sacerdote de Gumbious (High Priest) Ta Suuk
Bispo (Bishop) Arcebispo Sha Iraa
Diretor da Academia de Motávia (Seu sobrenome é Kroft)
O velho Esper (assistente de Rune) Hasari, o Mentor

Fim da Parte 1

Ir para a Parte 2

diversos/reportagens/reportagem_003/reportagem_003_001.txt · Última modificação: 2010/01/13 03:51 por orakio